quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Linhas de Pesquisa / TCC II (Orientações)




Alunos queridos:

Segue abaixo minhas linhas de orientação.

Música: a música em suas diversas vertentes e estilos; processos que envolvam música e comunicação; música como linguagem; música no cinema, no teatro, na TV, na web, etc...

Sound Branding: utilização de qualquer tipo de estímulo sonoro na construção e consolidação de marcas (jingles, spots, sound design, spotting, foley, logotipos sonoros, som no PDV);

Semiótica: processos discursivos que envolvam desenvolvimento e construção de linguagem baseados nos paradigmas semióticos (foco: Pierce);

Espetáculo e Imagem: a utilização da imagem na construção de espetáculos e espetacularização midiática; moda e comportamento;

Cibercultura: temas relacionados a processos simbólicos, relação entre os sujeitos e construção de marca no ambiente conectado;

Processos de Criação e Processos Artísticos: história da arte, arte e comunicação e processos de criação publicitária e artística;

Vitrinismo e PDV: estratégias de vitrinismo e ativação de ponto de venda; ativação de marca.


segunda-feira, 3 de março de 2014

Monografia + Dissertação



Olá, leitores


O tema de hoje refere-se à minhas produções acadêmicas, respectivamente minha monografia (1998) e minha dissertação (2010), ambas desenvolvidas na PUCRS/FAMECOS.




No distante ano de 1999 o KISS esteve em Porto Alegre (RS) para um show com a formação original (Gene Simmons, Paul Stanley, Ace Frehley e Peter Criss). Naquela ocasião, minha monografia (orientada pelo Ricardo Severo e intitulada "Kiss, O Mito Vivo") foi destaque na mídia - como pode-se ver no velho e amarelado recorte de jornal (Zero Hora) daquela época:

Capa do Segundo Caderno
Jornal Zero Hora
15/04/1999

Como voces podem ver,
eu já perucava desde a
mais tenra idade.

No meu colo, minha gatinha Júlia
(que está comigo até hoje).

Nesse trabalho, analisei a construção mítica do Kiss e sua aplicação na publicidade e propaganda. Baixe e leia na íntegra clicando no link a seguir:


RESUMO
Este trabalho tem como objetivo principal estudar a construção do mito na sociedade de consumo, tendo como objeto de estudo a banda de rock Kiss, destacando-se a importância do mito para construção da imagem publicitária e aumento de demanda de um determinado produto. Nosso objeto consiste na verificação de que tipo de instrumentos foram utilizados para a construção do mito Kiss, no período compreendido entre 1973 e 1997, a partir de estudos sobre mito, gênero Heavy Metal e sobre Mercado Fonográfico. Para a realização do presente estudo, utilizaremos o Método Monográfico (Lakatos, 1981) que consiste no estudo de determinados indivíduos, profissões ou comunidades com a finalidade de obter generalizações. Como técnica, utilizarmos a Técnica de Pesquisa Bibliográfica em fontes que versem sobre mito, música e sobre nosso objeto de estudo. Como material de apoio, utilizaremos fitas de vídeo, compact discs e revistas.

PALAVRAS-CHAVE: Kiss ; mito ; publicidade ; propaganda ; rock.



75 páginas / 209 Kb / PDF

Baixe clicando aqui.

Como citar este trabalho:
PALUDO, Ticiano. Kiss, O Mito Vivo (monografia). Porto Alegre: PUCRS/FAMECOS, 1998.



Como prometido, finalmente estou disponibilizando para download gratuito a minha dissertação de mestrado intitulada "Reconfigurações Musicais: os novos caminhos da música na era da comunicação digital". Esta dissertação será em breve transformada em livro, devido à carência de materiais que abordem produção musical e comunicação social. Por hora, o texto já pode ser consultado, lido e utilizado em trabalhos acadêmicos e científicos. Abaixo, transcrevo o resumo do trabalho:



RESUMO DO TRABALHO
A presente dissertação pretende investigar como os avanços tecnológicos estão influenciando a criação, produção e circulação no campo musical. Este estudo tem como base uma análise desenvolvida através de resgates efetuados por meio de recortes históricos do século XX e XXI no que se refere aos processos de produção musical que se utilizaram e se utilizam de instrumentos eletrônicos (principalmente o computador) e de que forma esses processos se relacionam com a comunicação social e a cibercultura. O trabalho será desenvolvido sob o ponto de vista do pesquisador insider (HODKINSON, 2005).

PALAVRAS-CHAVE: produção musical ; comunicação social ; cibercultura.

Faça o download clicando no link a seguir:

308 páginas / 9Mb / PDF

Baixe clicando aqui.

Como citar este trabalho:

PALUDO, Ticiano. Reconfigurações Musicais: os novos caminhos da música na era da comunicação digital (dissertação). Porto Alegre: PUCRS/FAMECOS, 2010.

Meu orientador foi o querido Dr. Carlos Gerbase. Como ele estava em Paris realizando seu pós-doc no dia da defesa (que ocorreu em 19/03/2010), ele foi muito bem representado pelo meu amigo prof. Dr. Eduardo Pellanda. Além dele, compuseram a banca o prof. Dr. João Guilherme Barone (que já havia feito parte da minha banca de monografia) e a amiga prof. Dra. Adriana Amaral (UTP/PR). Abaixo você confere algumas fotos da banca e das comemorações que se seguiram.


BANCA (PUCRS/FAMECOS)

Barone, Pellanda e Adriana Amaral



Eu, defendendo-me!


Barone, contra-argumenta


Acabou!!! Aprovado !!! Mestre !!!


Minha amada esposa Luciana sempre
comigo (ela também defendeu sua dissertação
neste ano). Casal de mestres.


Amigos presentes: Elisa, Eu, Rafael e Liana


E mais amigos: Tietzmann, eu e Cassiano


COMEMORAÇÕES PÓS-BANCA

Em comemoração posterior, meus escudeiros
da PUC e da FACCAT: Zé e Mateus


Minha amiga amada inseparável, Silvana Sandini e
seu igualmente amado marido Renato :)


Só os confirmados: Tietzmann, Adriana
Amaral e Sandra Montardo (Gang PNB)


E da-lhe mais comemorações posteriores...
Eu, Luciana, Tietzmann e Sempé

Em breve, divulgo mais fotinhos.

Por hora era isso. Boas leituras e até o próximo post.

Ticiano.


Semiótica






SEMIÓTICA








1. Bibliografia da disciplina:

ARISTÓTELES. Arte Poética. São Paulo: Martin Claret, 2003.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. São Paulo: Contraponto, 2000.

ECO, Umberto. Obra Aberta. São Paulo: Perspectiva, 2006.

ECO, Umberto. O Nome da Rosa. Rio de Janeiro: Record, 2009.

ECO, Umberto. Seis Passeios pelos Bosques da Ficção. Cia das Letras, 1994. 158p.

MANGUEL, Alberto. Lendo Imagens. São Paulo: Cia das Letras, 2001.


NIEMEYER, Lucy. Elementos de Semiótica Aplicados ao Design. Rio de Janeiro: 2AB, 2010, 80p.

NOJIMA, Vera Lúcia; JUNIOR, Licinio de Almeida. Design, Comunicação e Semiótica. Rio de Janeiro: 2AB, 2010, 168p.

PLATÃO. A República. São Paulo: Martin Claret, 2000.

SANTAELLA, Lúcia. Estratégias Semióticas da Publicidade. São Paulo: Cengag, 2011.

SANTAELLA, Lúcia. Imagem: cognição, semiótica, mídia. São Paulo: Iluminuras, 2012.

SANTAELLA, Lúcia. Linguagens Líquidas na Era da Mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.   

SANTAELLA, Lúcia. Matrizes da Linguagem e Pensamento: sonora visual verbal. São Paulo: Iluminuras, 2005.

SANTAELLA,  Lúcia.
O que é Semiótica. São Paulo: Brasiliense, 2003.


2. Aula com a Santaella:



3. Vídeo-resumo sobre semiótica:

video

Fonte: http://youtu.be/AIDwRcyb4rw


4- Mais um vídeo de analise semiótica
video

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=yB6GAB80IP0 



terça-feira, 6 de agosto de 2013

Sistemas Promocionais (Ativação de Marca)


ATIVAÇÃO DE MARCA
(SISTEMAS PROMOCIONAIS)



Queridos alunos:
Links importantes e bibliografia.

1. Prezi sobre Exibitécnica. Clique aqui para baixar.

2. A Exibitécnica nos Supermercados. Clique aqui para acessar.


3. Verbete na Wiki sobre Marketing Promocional. 
clique aqui para acessar.

4. Site da AMPRO - Associação de Marketing Promocional. clique aqui para acessar.

5. PromoView - Portal sobre Promoção. clique aqui para acessar.


6. Talkability - Empresa muito bacana de Marketing Promocional. clique aqui para acessar.


7. The Marketing Store São Paulo. +1 empresa legal. clique aqui para acessar.


8. Bullet Eventos - +1 empresa legal. clique aqui para acessar.


9. Matéria: "Mudança nas regras de concursos culturais." 
clique aqui para acessar.


10. Guia para Promoções no Facebook. 
Download aqui.


11. +2 sites legais sobre promoção (clique nos nomes para acessar): 
Brainstorm9 e Midia8.

12. Material sobre Flagship. clique aqui para acessar.
      + flagship Melissa em Londres
clique aqui.

13. Glossário Termos de Promoção/Merchandising. Download aqui.

14. Software Free para Modelagem de Vitrinismo. Clique aqui.

15. Eficácia Comunicativa do Product Placement (no cinema). REBELO, Rosa Maria Silva. Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Portugal. Dissertação de Mestrado. 2009. Download aqui.

16. Product Placement na Série de TV "The Big Bang Theory". BRUM, Roberta. TCC. UNOCHAPECÓ. 2013. Download aqui.

17. Texto 1 sobre Live Marketing. Clique aqui.

18. Texto 2 sobre Live Marketing. Clique aqui.


19. TCC Gabriela Lundardi (tabelas bacanas sobre Branded Content)
     Leia clicando aqui.

20. Merchandising e Promoção de Vendas. LEITE, Rodrigo; BORGES, Admir.
      Leia
clicando aqui.

21. Flagship Store: artigo 1      http://www.emeraldinsight.com/doi/pdfplus/10.1108/13612021311305137

23. Flagship Store: artigo 3
      http://www.ifbae.com.br/congresso6/pdf/07.pdf

24. Flagship Store: no Google Books: clique aqui


BIBLIOGRAFIA:

BIBLIOGRAFIA BÁSICA (03 indicações):
BLESSA, Regina. Merchandising no Ponto-de-venda. São Paulo: Atlas, 2006.

MORGAM, TONY. Visual Merchandising - Vitrines e Interiores. São Paulo: GG Brasil, 2011.

COSTA, Antonio Roque. Marketing Promocional para Mercados Competitivos: planejamento, implementação, controle. São Paulo: Atlas, 2007. 


BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR (05 indicações):
AAKER, David A. Criando e Administrando Marcas de Sucesso. 3.ed. São Paulo: Futura, 2001.

KOTLER, Philip. Administração de marketing: 12.ed. São Paulo: Pearson, 2010.

DEMETRESCO, Sylvia. Vitrina: construção de encenações. São Paulo: Senac, 2007.

PINHEIRO, Eduardo Perrone. Promoção de Vendas e Merchandising. 2.ed. São Paulo: RG, c2004.

SOLOMON, Michael R. O comportamento do consumidor: comprando, possuindo e sendo. 9.ed. Porto Alegre: Bookman, 2011.

OGDEN, James R. Comunicação integrada de marketing: conceitos, técnicas e práticas. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

ZENONE, Luiz Cláudio. Marketing da promoção e merchandising: conceitos e estratégias para ações bem-sucedidas. São Paulo: Thomson, 2005.


LEITURAS SUGERIDAS:

ANDERSON, Chris. Free. São Paulo: Elsevier, 2009.

BEZERRA, Beatriz Braga; COVALESKI, Rogério Luiz. Marketing experimental e criação artística: uma análise da atual demanda de consumo. In: Revista Famecos. V. 21 (2014)
Clique aqui para acessar.

DEMETRESCO, Sylvia. Vitrina: construção de encenações. São Paulo: Senac, 2007.

JENKINS, Henry. Cultura da Convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

LINDSTROM, Martin. Brandsense: A Marca Multissensorial. Porto Alegre: Bookman, 2007.

LINDSTROM, Martin. A Lógica do Consumo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

MORGAM, TONY. Visual Merchandising - Vitrines e Interiores. São Paulo: GG Brasil, 2011.

SCHIMITT, Bernd H. Marketing Experimental. São Paulo: Nobel, 2002.